Bom dia. Hoje é domingo dia 10/07/2016 e são 9:30h da manhã. Se você não acompanha meu site lhe digo que iniciei há 5 dias este projeto para relatar minha experiência com a compulsão alimentar, saiba sobre minha história aqui. Desde do primeiro dia tenho tentado uma seguir uma dieta lowcarb para controlar meus desejos por carboidratos. De certa forma tudo tem ido bem até o momento apesar dos desconfortos e os altos e baixos de energia do corpo.

Estou fazendo este post excepcionalmente para relatar o que ocorreu hoje. Após cinco dias, hoje me ocorreu o primeiro episódia de compulsão desde do começo. Acordei com uma fome gigante  e apesar de ter tomado um café, a sensação era de vazio, fome e fraqueza, além de um desejo absurdo por carboidratos.

Junto com meu café lowcarb de hoje, adicionei dois pequenos quibes fritos que estavam na geladeira. Mesmo assim o café não me satisfez, então comi segui seguidamente dois biscoitos recheados. No adiantou. Após uns 30 minutos eu ainda procurava por algo para comer pois ainda não estava satisfeito. A sensação de fome, fraqueza e necessidade de suprir meu organismo era enorme. Continuei a comer, e assim foram 3 pãezinhos tipo bisnaguinha com requeijão. Depois um barrinha de chocolate (25g). Mais uns dois biscoitos e nada, ainda não foi suficiente.  O próximo recurso foi dois sanduíches tipo misto quente bem recheados com mussarela e presunto.  Junto com isso foram 500 ml de coca zero.

Agora sim parece que o sinal da saciedade chegou. A sensação é incrível, parece que fui anestesiado tomado por uma onda de choque de puro bem estar e relaxamento. Parece que a bateria foi recarregada e os estoques de energia estão no topo.

As hipóteses para a causa deste episódio de compulsão são:

  1. Estou há 5 dias em uma dieta restritiva de carboidrato associado a restrição calórica.
  2. Nós meus últimos dois dias adicionei pequeníssimas doses de junk food (comida ruim) como biscoito industrializado à minha alimentação, o que pode ter sido o suficiente para ativar a compulsão novamente,  veja no diário aqui e aqui.
  3.  No dia anterior iniciei um jejum intermitente(IF) das 13h até as 6h do dia seguinte, totalizando 17 horas de jejum.

O que  fazer agora?

Felizmente neste momento  eu estou preparado para retomar e não deixar que estes episódios sejam regras e sim exceções. Em outras ocasiões estas ocorrências iriam perdurar por dias até que eu conseguisse quebrar o ciclo e novamente recomeçar.

Estou iniciando uma dieta lowcarb tentando controlar meus desejos por carboidratos ruins, controlando assim os  picos de insulina. Agora nos próximos dias vou ajustar para eliminar 100% os adoçantes, incluindo coca zero e também não experimentar uma grama sequer de junk food e me alimentar mais frequentemente e diversificar o cardápio.

Coisas interessantes

Pesquisando sobre este episódio de compulsão que me atingiu, encontrei um relato interessante de uma pessoa que parece uma cópia idêntica do que relatei hoje. Encontrei este depoimento em inglês através do reddit.

Replico embaixo e traduzo em seguida:

Intermittent fasting led me to a eating disorder when i went back to normal eating (breakfast/lunch/dinner), where i’ve never felt satisfied no matter what and how many foods i ate. The strong and urging feeling to go on eating only disappeared when i ate 2500+ calories at once, to the point where my belly was about to burst. Exactly like i did on IF. Still recovering from it, it gets better with time, but very slowly. But currently gaining weight because of it. 

O jejum intermitente me leva a compulsão alimentar quando eu volto para uma dieta normal com café, almoço e jantar de forma que eu nunca me sinto satisfeito não importa o que e quanto eu coma. O forte e persistente sentimento de fome somente desaparece quando eu como aproximadamente 2500 calorias de uma vez só, a ponto de minha barriga explodir.É exatamente como ocorre no jejum intermitente(IF). Eu ainda estou me recuperando disso, está melhorando com o tempo, mas muito devagar.  Na verdade estou ganhando peso por causa disso.

Outro dado interessante é esse estudo científico com 496 participantes em idade escolar onde apenas 11% do grupo que reportou ficar sem comer por pelo menos 24 horas, porém com uma média de 33 episódios compulsivos durante o ano, apresentou algum episódio de compulsão alimentar.

Conclusão

Primeiro ponto. Evitar comer carboidrato ruim (junk food) pelo menos no começo da recuperação, até mesmo o pedacinho do pedacinho. Acredito que isto torna mais fácil nossa libertação do desejo irresistível (craving) por alimentos ruins.

Segundo. O Jejum intermitente(IF) ou ficar longo período sem se alimentar pode ser bom do ponto de vista metabólico, porém para indivíduos sensíveis a compulsão alimentar como eu, pode acarretar em um  estopim para o problema, portanto é melhor evitar no momento. Eu já fiz muito IF no meu primeiro emagrecimento no passado, leia minha história aqui e me ajudou, mas vou evitar por enquanto.

Última nota

Acabei de terminar e publicar este post. São 11:40h da manhã e se passaram 3 horas do meu episódio de compulsão e continuo com sensação de estar “estufado” e sem a mínima fome. A sede também aumentou e muito. Talvez seja efeito do armazenamento do carboidrato (glicogênio) ou o próprio sódio da alimentação. Este é um dos motivos que a balança sobre 3 ou 4 quilos de um dia pro outro. Quem não sabe sobre isso se desespera, mas é água sendo armazenada.

About author Ver todas postagens

Eduardo

Olá sou o Eduardo e criei este site para relatar meu problema com a compulsão alimentar. Trarei aqui muitas informações sobre o assunto, além de, obesidade, dietas e comportamento. Agradeço sua visita e participação.

26 CommentsDeixe sua mensagem

Deixe sua mensagem

Seu email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios