Sobre o site

Olá. Me chamo Eduardo, paulista e tenho 38 anos.

Sofro de compulsão alimentar e obesidade grave desde da infância. Finalmente há poucos anos atrás comecei a entender os problemas que desencadeiam a compulsão e que consequentemente nos levam a obesidade. Venci algumas etapas, fracassei em outras, porém após muitos anos de estudo e experiência posso dizer que hoje me sinto preparado para ter sucesso contra a compulsão alimentar.

Se você sofre deste problema, está lutando contra a obesidade, anda desesperado e já tentou de tudo porém não obteve sucesso em emagrecer, peço que acompanhe meu trabalho por aqui. Através deste site pretendo passar minha experiência e conhecimento sobre o assunto. Antes de mais nada devo dizer que a criação deste site é em causa própria, porém acredito que a informações fornecidas por aqui, serão úteis a você.

Um pouco sobre minha história

Até os meus 10 anos de idade, fui como um palito, de tão magro. Já na pré-adolescência comecei a engordar. Aos 14 anos já pesava 64kg. Eu sou de uma família onde meu pai sempre gostou de comer. Acredito que ele foi minha maior influência para que eu começasse a engordar. Meu pai trabalhou como vendedor e viajava todo interior do estado. Quando voltava de suas viagens sempre trazia guloseimas “caipiras” como doces de leite e cocadas para a casa. Mesmo quando ele estava em casa ele não sossegava, sempre pensava em comida ou em algum prato “especial” para fazer.

Minha avó, por parte de pai era uma mulher prendada. Cozinhava como ninguém. Os almoços de domingo em sua casa eram fartos. Um banquete para ninguém botar defeito. Após o almoço minha avó guardava a comida no forno e todos iam para a sala conversar ou tirar um cochilo. É muito interessante de se lembrar esta parte da minha infância. Após estes almoços eu ficava ansioso, na expectativa para todos irem dormir, assim eu poderia continuar comendo pois nunca me sentia satisfeito. E de fato eu fazia. Atacava o forno, geladeira e comia até não aguentar mais, até estar a ponto de explodir.

Esta lembrança é um episódio importante para eu entender que já sofria de compulsão alimentar na infância sem mesmo entender o porque. Eu só queria comer.

O começo dos problemas

Como disse anteriormente comecei a engordar por volta dos 12 anos. Aos 14 já pesava 64kg, pelo menos 20 quilos a mais do normal para minha idade. Nesta época isto já afetava minha auto-estima, principalmente na escola onde eu me sentia uma criança retraída e envergonhada.

Nesta época minha luta para emagrecer já era evidente. Foi quando fiz minha primeira visita a um endocrinologista. Ele me passou uma dieta, consegui fazer por alguns poucos meses, mas após um tempo desistia e voltava a comer como antes, engordado tudo novamente e mais um pouco. Típico não?

O tempo foi passando e o problema foi se agravando. Muitas tentativas de emagrecer sem sucesso. Visitei nutricionistas, médicos, e até tomei medicamentos antidepressivos como fluoexetina. Tudo em vão. Aos 18 anos já pesava 116kg, me lembro que implorei pela dispensa do Tiro de Guerra, pois não queria estar ali. O tempo foi passando e minhas idas e vindas com dietas e seu efeito sanfona continuaram. Em 2001 procurei um spa, subi na balança e pasmem, os dígitos marcavam 220kg. No
spa consegui emagrecer 40 quilos, mas depois de um tempo continuei a engordar. Depois daí desencanei, abandonei as dietas e todas tentativas de emagrecer. Só fui me preocupar com isso novamente mais tarde por volta de 2010 quando resolvi me pesar novamente e BOOM, a balança marcava seus 256kg.

O começo da solução

Em 2010 eu sabia que não queria mais ser obeso. Queria de uma vez por toda resolver este principal problema da minha vida. Nessa altura a cirurgia bariátrica já era bastante comum, porém eu nunca considerei fazer a cirurgia, principalmente por medo e um pouco de comodismo. A esta altura eu também já não queria mais procurar por médicos, nutricionistas e qualquer tipo de tratamento tradicional. Eu queria resolver o problema por conta própria. A natureza foi muito generosa comigo. Apesar deste peso todo minha saúde sempre foi excelente. Eventualmente eu realizava alguns exames de hemograma básicos para checar colesterol, triglicerídeos entre outroe e sempre tudo em ordem.

Eu sabia que precisava fazer alguma coisa. Era algo que eu queria. Nesta época comecei a pesquisar bastante na internet sobre blogs e histórias de pessoas que emagreceram sem cirurgia, descobri então a história de David Smith. Um americano que pesava 286 quilos. Ele escreveu para a emissora ABC pedindo por ajuda, unindo-o assim ao preparador físico Chris Powell que o ajudou e assim David conseguiu emagrecer pelo menos 180 quilos em um período de 2 anos.

david

David Smith em 2009 no documentário que foi ao ar pelo canal TLC

Baseado na história do David e entre outras histórias inspiradoras de emagrecimento que conheci por meio da internet, me motivou a lutar por mim. Li muita coisa sobre comportamente, psicologia e nutrição. Finalmente eu começava a vencer a batalha da obesidade. Meu peso foi baixando aos poucos e dois anos depois de 256kg os dígitos da minha balança marcavam 136kg ou seja, sem cirurgia ou remédios, com reequilíbrio alimentar, um pouco de exercício físico e controle mental eu consegui emagrecer 120 quilos.

eduardo_emagrecimento

Meu emagrecimento 2010/2012

Tudo o que é bom dura pouco

Após 2 anos intensos de emagrecimento, tudo parecia ir bem, mas não estava. Eu já não conseguia emagrecer mais. O efeito sanfona começou a aparecer novamente. Meu peso variava de 130kg para 140kg com muita facilidade. Eu já não tinha a mesma força e motivação para emagrecer como antes. Nesta época resolvi procurar notícias sobre o David, pois queria saber como ele estava, pois nunca mais tinha ouvido falar sobre ele. Até que então encontrei uma notícia que me chocou. Ele havia engordado tudo novamente. Todo aquele esforço tinha ido embora. Ele deu uma entrevista pra um canal de tv e alegou que não soube lidar com a vida no “mundo dos magros”. Seu comportamento e psicológico arraigado por anos o fez voltar para os velhos hábitos novamente.

David em entrevista com todo seu peso de volta.

David Smith em entrevista revelando todo seu peso de volta.

Nessa época como já disse anteriormente eu não passava por uma fase muito boa. Não tinha mais a mesma motivação para emagrecer. As minhas caminhadas diárias sob chuva, sol ou tempestade não aconteciam mais. Pra piorar nesta época perdi minha prima, nova de tudo, por problemas cardíacos. Ela era a alegria em pessoa e me incentiva muito. Sua partida tão de repente me deixou ainda mais triste. A esta altura eu também estava enfrentando problemas com estresses do trabalho e na vida pessoal. A junção de tudo isso foi a gota d’água para sucumbir de vez toda minha capacidade de emagrecer. Claramente eu percebia que estava perdendo o controle. Tentava por conta própria voltar aos trilhos. Eu começava uma dieta restritiva, lowcarb por 2 dias, mas não resistia e comia tudo que via pela frente por uma semana seguida. Tentava de novo e mesma coisa. Assim o peso foi subindo, três, quatros quilos por mês. Infelizmente isto perdurou por meses, permitindo que eu atingisse meu peso do passado novamente. Meu pior pesadelo estava presente na minha vida, novamente.

Recomeçar e não desistir é nossa maior virtude

Eu estou recomeçando. Existe uma inconformação dentro de mim que me motiva a não desistir. Eu passei por muita coisa devido a obesidade e creio, ou melhor tenho certeza, de que solucionarei meu problema com a compulsão alimentar e obesidade em minha vida de uma vez por todas. Engordar novamente me trouxe um aprendizado e uma experiência riquíssima. Consegui reconhecer todos os gatilhos, armadilhas e truques que levam a gente a vencer ou ser vencido. É muito importante termos motivações na vida. Além de querer ser magro, este site/blog será a minha motivação para atingir meu objetivo.

Pretendo aqui trazer toda minha experiência e conhecimento em relação a este tema. Você poderá acompanhar e participar de minha jornada para que juntos de uma vez por toda, possamos vencer o drama da obesidade.

Através deste site irei demonstrar minha alimentação, minhas táticas e lições aprendidas para lidar com a compulsão alimentar. O site compulsaoalimentar.com está se iniciando hoje, 05/07/2016, uma teça feira. Tudo é muito novo e o compulsaoalimentar é ainda um recém nascido. Muito está por vir e peço que você se atualize por aqui para conhecer todas categorias seções deste site.

Agradeço sua visita e contribuição.

Atenciosamente,
Edu,
(1,80 – 245kg) em 05/07/2016.

1.744 CommentsDeixe sua mensagem